quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Dia da infância

Quão triste e melancólico é saber da existência de crianças que são desrespeitadas, criadas sem carinho, sem proteção, etc...
Consideremos o Dia da Infância todos os dias, pois, as crianças são crianças sempre!
Para marcarmos esse dia, confeccionamos painéis representativos e chamamos algumas mães para contar aos pequenos como era sua infância, do que brincavam.
As atividades foram maravilhosas.
Ao final, as mães brincaram com as crianças de passa-anel, queimada e ciranda.
Foi gratificante ver que as crianças perceberam sua importância para todos.
Conseguimos aproximar a comunidade e o mais significante foi olhar para os pares de olhinhos brilhando de alegria e com perspectivas no futuro.

Assessora Pedagógica: Maria Odete Cardoso Tecedor
E.M. Filomena Dias Apelian
video

. : ************* Infância...************* : .

Fase mais bela e significativa na formação de um ser único e completo.
Pequeno que necessita de compreensão, mesmo que seja por alguns instantes. Crianças que nos chamam a atenção pelas vezes que se levantam. Necessitam apenas serem especiais por um minuto, ou aquelas que não conseguem entender por que tem que pedir desculpas se não lhe pedem também.
Aquelas que choram porque querem ser os primeiros em tudo e se decepcionam quando não são atendidos seus caprichos.
Manhas, choros, disputas e birras fazem parte deste universo infantil que, querendo garantir seu espaço no mundo, prova a todos que possuem vontades e desejos.
Professores e Educadores, responsáveis pela Infância, dedicam e doam seu tempo a entendê-las e ajudá-las a se encontrarem e se reconhecerem como pessoas.
Amor, compromisso e um olhar diferenciado a cada um, fazem parte de um trabalho árduo, porém compensador ao final de cada dia!

Professora Rosangela Pires Relich

Professora da Creche Caminho da Paz